domingo, 5 de maio de 2019

Não está feliz, pede pra sair!




Ontem à noite resolvi sair para jantar em um restaurante recomendado por uma amiga e que fazia algum tempo vinha me chamando atenção, em especial por oferecer a minha comida preferida, que é a italiana. Não sou muito de sair de casa. Como boa virginiana sou muito reservada e gosto de sossego. Por isso, prefiro receber meus amigos em casa e jogar conversa fora despretensiosamente. 

A noite foi incrível. A começar pela ligação para a reserva da mesa. Ao chegarmos no local fomos direcionados para a nossa mesa e durante toda experiência - porque assim classifico a noite - tudo ocorreu perfeitamente. Os funcionários - TODOS bem humorados, com sorriso no rosto, atentos e prestativos - foi o ponto alto da noite. A Comida impecável, preço justo e atenção a todos os detalhes. É sem dúvida o tipo de investimento que vale a pena fazer. Sim, investimento, porque quando decidimos sair de casa, apostar em um local e esperar um bom atendimento, estou investimento além de recursos financeiros o meu tempo e minhas expectativas. Fomos embora felizes, bem alimentados - de corpo e alma. É um lugar que voltarei mais vezes, sem dúvidas, porque me acolheu como gosto de ser acolhida. E quem não gosta?

Hoje cedo acordei e decidi tomar café na padaria próxima de casa. Logo ao chegar, a atendente de cara fechada registrou meu pedido. Sua impaciência era visível. Enquanto pagava, observei o pessoal dentro da cozinha, que é aberta, preparar os lanches. TODOS de cara amarrada e um nítido mau humor. Logo pensei: "Prepare-se Simara para um café da manhã medíocre. Impossível ter algo bom com essas caras a la "odeio meu trabalho". O café era simples, mas não precisava ser simplista.

Fiquei pensando sobre isso, enquanto meu café não ficava pronto, em como as pessoas e a forma que trabalham impactam no resultado final, no ambiente e no negócio. Não importa se é um restaurante, uma padaria, um escritório, uma empresa, uma Instituição...enfim, não importa. Seja como for, penso que é impossível realizar um trabalho de excelência e de qualidade com pessoas mau humoradas, mau sucedidas e infelizes executando suas atividades. 

Ah Simara, é porque não é você quem acorda às 06h da manhã para trabalhar na padaria em pleno domingo. Será mesmo que é isso? ontem, sai do restaurante passava de meia noite e os funcionários mantinham a mesma cara. E pelo que sei, hoje (domingo) funciona também. Não vou entrar na seara de quantos anos trabalhei de 07h da manhã às 23hs (e era apaixonada pelo que fazia) e quantas outras pessoas conhecemos têm um rotina frenética, mas mantém o bom humor?  

Me desculpem os extremistas de plantão, mas não consigo acreditar que uma pessoa ranzinza possa executar um trabalho de qualidade e impactar positivamente nos resultados. É algo naturalmente tóxico. 

Para mim, ficou muito claro a diferença entre os dois serviços prestados - na noite anterior e nesta manhã - AS PESSOAS. Sim, as pessoas, são e serão o maior ativo das empresas, por isso é tão importante refletir sobre o serviço que está sendo prestado. Não é a comida italiana ou o pão com queijo que faz a diferença. Eu poderia ter tido experiências incríveis nas duas situações. 

E no Secretariado, qualquer semelhança é mera coincidência? Ao longo dos anos venho presenciando e convivendo com profissionais e profissionais e estou certa que o maior diferencial entre aqueles que são bem sucedidos e mau sucedidos, está na capacidade de gostar do que faz. 

Ninguém que passe horas e horas do dia fazendo algo que não gosta será capaz de oferecer um serviço de qualidade. Por isso, sou adepta da teoria do "pede pra sair" que é mais ou menos assim: Não está feliz com o que faz, pede pra sair! Organize suas finanças, faça um planejamento, crie prioridades, reveja sua carreira, volte a estudar, enfim, se movimente e siga em frente. O que não dá é para ficar parado e atrapalhado a vida dos outros. Essa decisão talvez seja a porta que você tanto espera que se abra. 

Ser feliz no restaurante, na padaria, no secretariado ou na vida só de depende de cada um de nós. Por isso, descubra aquilo que faz o seu coração vibrar. 

Um excelente domingo, 

Simara Rodrigues 



3 comentários:

  1. | (• .•)| Olha, eu estive procurando sobre método para emagrecer https://go.hotmart.com/R4229159R e encontrei o seu blog,
    gostaria de saber se tem alguma contra indicação?

    ResponderExcluir
  2. Belíssima reflexão, compartilho da mesma opinião, não importa o que você faz, faça sempre o melhor. Não adianta ficar na síndrome de Hiena que você sempre dizia nas sua aulas "oh céus oh vida oh azar" Não esta feliz, pede pra sair e vai em busca da sua felicidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre Nay.... porque um belo dia você descobre que a vida é muito curta para ficar de mimimi. :)

      Excluir