sexta-feira, 30 de novembro de 2018

O poder das relações

"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida". Começo o texto de hoje parafraseando Vinícius de Moraes, porque acredito que a nossa vida faz muito mais sentido quando reconhecemos e encontramos amigos ao longo da nossa jornada. 

Maristela Braga, desde o primeiro dia de contato, tornou-se uma referência de Profissional que desejo ser. Educada, simpática, otimista, bem humorada, leve, gentil, focada, incansável na arte de assessorar e servir são algumas de suas características. É o tipo de pessoa que vale a pena conhecer e "modelar" . 

Conheci Maristela assim que ingressei na então Telemar. Ela  era a Secretária do Presidente e há anos estava lotada no Rio de Janeiro. Em Brasília eu assessorava alguns diretores além de ser o ponto focal de assessoria ao Presidente quando visitava a filial, o que acontecia semanalmente. Logo, nossa parceria precisava acontecer de forma sincronizada, respeitosa e amistosa.  O que aconteceu. 

Um dos grandes desafios que reconheço para a atuação dos Profissionais de secretariado está nas relações interpessoais, que por inúmeras vezes é  pautada por competitividade, desrespeito e falta de ética. É vergonhoso quando isso acontece. De toda forma, um dia a máscara sempre cai.

Nos tornamos amigas, sem nunca termos visto uma a outra. Nossas afinidades e paixão pelo secretariado iam confirmando nossa parceria e selando nossa amizade. Ela, com muito mais bagagem, me ensinou muito, não só técnicas mas comportamento, postura e resiliência. Guardo dela as melhores histórias, diria que a caixa preta do Secretariado. Aquilo que nunca se lê em livros, se fala em público e tão pouco se aprende na faculdade. Eis o grande legado da experiência compartilhada por quem sabe o que está falando e fazendo. 

Apenas quatros anos depois da nossa parceria e amizade, nos conhecemos pessoalmente em um evento de comemoração ao Dia da Secretária, promovido pela empresa na Matriz,  localizada no RJ, em que todas as Secretárias do país estivam presentes. 

Para mim, era como se eu já a conhecesse e não foi diferente a forma como nos tratamos. Já não trabalhamos juntas, mas ainda hoje falamos com muita frequência e nossa amizade continua, agora somos parceiras de viagens.  

Outro dia ela me deu um feedback incrível sobre como admirava meu trabalho e minha atuação. Para mim foi uma honra, ouvir da pessoa que tornou-se meu modelo de excelência tal feedback. Me emocionou. 

Moral da história: Estabelecer e cultivar bons relacionamentos não tem a ver apenas com sucesso profissional, mas com sucesso de vida. Por onde passar, faça com que as pessoas tenham as melhores recordações de você, porque no final do dia é isso que importa, o resto é perfumaria. 

Com carinho, 

Simara Rodrigues 


Segunda-feira despretensiosa em Brasília - Nov/2018


Nenhum comentário:

Postar um comentário