quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Para ser mestre é preciso muito treino



Janeiro e Julho, por serem meses de férias escolares na Universidade, dedico, obstinadamente, ao planejamento, desenvolvimento e alcance dos meus objetivos. São os meses que reservo para estudar, treinar, aplicar e aprender tudo aquilo que entendo estar alinhado aos meus projetos. E este ano não está sendo diferente. O ano começou a todo vapor e trabalho e aprendizado não tem faltado. 

Esta semana me inscrevi para um curso importantíssimo para os próximos passos do meu negócio e do meu objetivo de vida. Então, a rotina tem sido hard. Acordar cedo, por volta das 07:00, para cumprimento das obrigações diárias, compromissos e agenda e dormir por volta de 01:30 da manhã. 

É a primeira vez que participo de um treinamento em que as pessoas estão tão focadas em alcançar seus objetivos que não percebem a hora passar. Pelo menos é o que têm demonstrado. No primeiro dia do encontro quando o relógio apresentada 22:30 eu comecei a ficar aflita, pelo trainer. Pensava: "Ai meu Deus, ele não terminou o conteúdo e já já as pessoas começam a levantar e deixa-lo falando sozinho. Coitado". Ledo engado. Toooooodos permaneciam sentados, atentos e com entusiamo absoluto. Eu nunca vi uma coisa dessas em nenhum treinamento que participei. 

No percurso para casa já exausta, com fome e com certa irritabilidade, certamente pelo cansaço, fico refletindo a respeito do assunto e só consigo chegar a uma conclusão: Se você quiser ser mestre em algo, vai precisar de treino. Muito treino. E é exatamente esse comportamento que diferem as pessoas e me motiva. Todos querem usufruir do ar puro da montanha, mas poucos são os que topam a escalada. E esse comportamento segue para tudo na vida. 

Ser bem-sucedido é antes de tudo uma escolha que fazemos no momento em que decidimos qual é vista que queremos ter. Para mim, o ano começou faz tempo e meus projetos não podem tirar férias se pretendo alcança-los no prazo estabelecido. 

Vai doer? vai. Vai ser cansativo? vai. Vai exigir concessões? Com certeza. Vai exigir disciplina e fé? É lógico que vai. Vai exigir muito estudo e treino? Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim. 

Seja como for, sigo confiante por estar me preparando para respirar o merecido ar fresco da montanha. 

um abraço, 

Simara Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário