segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

"...A Vida ensina e o tempo traz o tom"


Hoje, enquanto tomava meu banho e me preparava para dormir, olhava tudo ao redor com profunda gratidão. Todos os dias me comovo com a pessoa que tenho me tornado. Então, de repente começo a recordar como era a minha vida há 15 anos e como foi suado chegar aqui. Como foi difícil conquistar meu espaço e realizar meus sonhos. Quantas privações e dificuldades foram necessárias experimentar. Quantas vezes tive que dormir entalada com um nó na garganta depois de ouvir meu filho dizer: “quando você tiver dinheiro você compra um mc lanche feliz pra mim?”. Quanta impotência não ser capaz de atender ao pedido do meu filho.

Férias? Por anos foram reservadas para pagar os gastos com a escola do meu filho e seus materiais escolares. Passei anos sem conseguir visitar minha família. 

Roupas? Usamos muitas roupas das minhas colegas de trabalho e de seus filhos. Nessa época eu já praticava, sem saber, o que virou tendência, o minimalismo. Se almocei, muitas vezes, foi graças a generosidade de Secretárias-amigas que cruzaram meu caminho. Descobri na pele o significado do ditado popular “vender o almoço pra pagar a janta”. Certamente por isso reconheça e valorize tanto a minha vida e cada pequena conquista diária. Nesse processo minha mãe foi meu porto seguro. Que mulher forte e guerreira. Uma referência de empoderamento. 

E quando vou mais fundo em minhas lembranças me dou conta que o segredo sempre esteve no meu desejo em “dar a volta por cima”, realizar meus sonhos e garantir à minha familia a segurança e conforto que eles merecem. 

Para realizar meus sonhos foi necessário muito trabalho, muitas concessões e muita fé. Nunca tive medo do trabalho e me orgulho em ser um “trator”, pronta para realizar verdadeiras missões. Sempre tive aversão ao mimimi. 

Por aproximadamente 10 anos dediquei minha vida ao trabalho e a construção de uma carreira. Há quem não tope trabalhar duro para realizar seus sonhos, dedicar tempo e recursos para isso. É uma questão de escolhas e prioridades e esta tudo bem. Não cabe a ninguém definir o caminho que o outro deve trilhar. Esse é um processo individual e que deve estar alinhado ao propósito de cada ser humano.  

Doze, quatorze e até dezessete horas de trabalho diário. Mas eu sabia aonde queria chegar, e tinha prazo para isso. Trabalhar apenas por trabalhar nunca esteve nos meus planos. Viver para pagar contas no final do mês nunca me motivou.  

Trinta e cinco anos foi a data que estabeleci para realizar parte dos meus sonhos. Por isso é tão importante metas e estratégias bem definidas, com prazos determinados.  É isso que traz movimento, faz sentido e nos direciona. 

E em meio ao caos e diante de todas as dificuldades - financeiras, emocionais e sociais - prometi viver a vida que eu mereço. 

Foi fácil? É claro que não. Para quem não tem “padrinhos” o sucesso chega é na garra mesmo. Aprendendo a aprender, mantendo sempre o coração de estudante. 

Me considero uma pessoa realizada, bem sucedida e sobretudo bem resolvida. 
Vivo exatamente como considero ser uma vida plena, abundante e merecedora, sem esquecer um dia sequer minhas origens, minhas raízes e os caminhos percorridos. Andar de pés descansos, conviver com a natureza e me lambuzar comendo manga ainda são coisas que me trazem profunda alegria e leveza.

Em 2018 completo 40 anos e estou na contagem regressiva para o inicio de um novo ciclo, com novos projetos - ousados, como eu decidi viver - e sigo agradecendo e repetindo o mantra tatuado na minha pele: Entrego, confio, aceito e agradeço. 

Sucesso é isso, entre outra coisas, olhar pra trás, reconhecer cada conquista e celebrar a pessoa que você tem se tornado. A vida é imensamente justa e grata com aqueles que acreditam no poder dos seus sonhos e devolve exatamente aquilo que somos merecedores, na mesma proporção das nossas intenções. 

Enquanto escrevo para o blog ouço Cidade Negra e sinto meu corpo flutuar de gratidão.  

Um abraço

Simara Rodrigues

A estrada 

Você não sabe o quanto
eu caminhei
Pra chegar até aqui
Percorri milhas e milhas
antes de dormir
Eu não cochilei
Os mais belos montes
escalei
Nas noites escuras de
frio chorei, ei , ei
ei ei ei..uu..

A Vida ensina e o tempo
traz o tom
Pra nascer uma canção
Com a fe o dia-a-dia
Encontrar solução
encontrar solução
Quando bate a saudade
Eu vou pro mar
Fecho os meus olhos
e sinto
Você chegar, você
chegar, fisico, fisico, fisico

Quero acordar de manhã
do te lado
E Aturar qualquer babado
Vou ficar apaixonado,
no teu seio aconchegado
Ver você dormindo e sorrindo
É tudo que eu quero pra
mim
Tudo que eu quero pra mim, quero

Quero acordar de manhã
do teu lado
E aturar qualquer babado
Vou ficar apaixonado,
no teu seio aconchegado
Ver você dormindo ‚ é tão
lindo

É tudo que eu quero pra
mim
Tudo que eu quero pra mim
Repete: 1a. parte (1 vez)
Together...
Together...oo...
Meu caminho só meu pai
pode mudar
Meu caminho só meu pai
meu caminho só meu pai
Together...
Together...
Meu caminho só meu pai
pode mudar
Meu caminho só meu pai
Meu caminho só meu pai
Together..



Um comentário:

  1. Minha amiga, eu amo esta música. Amo Cidade Negra, uma das minhas bandas favoritas até hoje. Nossa, linda sua história e suas conquistas refletem aquilo que você tem semeado ao longo de sua estrada.
    Amei o texto, emocionante, verdadeiro e inspirador, como tudo o que você produz!
    Parabéns e vamos celebrar estes 40!!!! Bela transição!!!

    ResponderExcluir